Annalab - Laboratório de Citopatologia e Anatomia Patológica

Notícias

PUNÇÃO ASPIRATIVA DE TIREÓIDE - NOVA ABORDAGEM

Postado em 06/04/2010

Em breve o laboratório ANNALAB passará a utilizar em seus laudos a nomenclatura de Bethesda para as citologias de tireóide, esta que atualmente vem sendo amplamente divulgada e sua utilização fortemente recomendada para melhor compreensão e categorização da lesões tireoidianas , quando da realização das punções aspirativas por agulha fina (PAAF).
Em outubro de 1997 o Instituto Nacional do Câncer dos Estados Unidos patrocinou uma conferência multidisciplinar para discutir o estado e a arte das punções aspirativas da tireóide. Ficou estabelecido que a comunicação entre o patologista e o médico atendente deve ser sucinta, clara , eficiente e não permitir confusões interpretativas.
Segundo conclusão da referida reunião os resultados das punções devem ser referenciados dentro de seis grandes grupos que guardam relação com diagnósticos histopatológicos e formas de condutas frente aos nódulos de tireóide.
Abaixo relacionamos estas categorias e seus significados:

Sistema Bethesda para Laudos Citopatológicos de Tireóide-Categorias Diagnósticas Recomendadas

I-INSATISFATÓRIO ou INCONCLUSIVO
(Preparados com baixa celularidade ou ausência de células foliculares)
Fluido de cisto, somente
Espécime acelular
Outros (excesso de sangue, material coagulado, artefatos, etc.)

II- BENIGNO
(Preparados com achados consistentes com benignidade)
Consistente com nódulo folicular benigno (incluindo nódulo colóide, adenomatoso, etc.)
Consistente com tireoidite linfocitária ( Hashimoto) em seu contexto clínico
Consistente com tireoidite granulomatosa (subaguda)
Outros

III -ATIPIA DE SIGNITICADO INDETERMINADO OU LESÃO FOLICULAR DE SIGNIFICADO INDETERMINADO
(Preparados celulares com escasso colóide e padrão folicular dificultando diferenciação entre quadro reacional e neoplásico morfologicamente)

IV- NEOPLASIA FOLICULAR OU SUSPEITO PARA NEOPLASIA FOLICULAR
( Preparados com alta celularidade com padrão de células isoladas, grupos ou microfolículos que sugerem arranjo neoplásico, escasso colóide e fundo hemático)
- especificar se for do tipo células de Hürthle cell (oncocítico)

V-SUSPEITO PARA MALIGNIDADE
( Preparados com elementos citológicos suspeitos para malignidade mas com insuficiência de células para diagnóstico definitivo , deve-se especificar para que tipo de neoplasia esta direcionada a suspeição. Nesta categoria também são alocadas as variantes de carcinoma papilífero)
Suspeito para carcinoma papilar
Suspeito para carcinoma medular
Suspeito para carcinoma metastático
Suspeito para linfoma
Outros

VI- MALIGNO
( Esfregaços com elementos citológicos definitivos que caracterizam malignidade, deve-se especificar o tipo de neoplasia)
Carcinoma papilar de tireóide
Carcinoma pouco diferenciado
Carcinoma medular de tireóide
Carcinoma indiferenciado (anaplásico)
Carcinoma de células escamosas
Carcinoma misto ( especificando os tipos presentes)
Carcinoma metastático
Linfoma não Hodgkin
Outros

Fonte: Ali SZ and Cibas ES, The Bethesda System for Thyroid Cytopathology: Definitions, Criteria, and Explanatory Notes (Springer, New York, 2009).

Abaixo uma tabela que demonstra as categorias, o risco de malignidade em cada uma delas e a conduta recomendada frente ao diagnóstico :

 

Sistema Bethesda para Laudos Citopatológicos de Tireóide, Risco de Malignidade Implícito e Manuseio Clínico Recomendado
Categoria Diagnóstica Risco de Malignidade (%) Manuseio Clínico*
Insatisfatório ou Inconclusivo 1-4 Repetir PAAF com ultrassom
Benigno 0-3% Seguimento clínico
Atipia de Significado Indeterminado ou Lesão Folicular de Significado Indeterminado ~ 5-15%** Repetir PAAF
Neoplasia Folicular ou Suspeito para Neoplasia Folicular 15-30% Cirurgia- lobectomia
Suspeito para Malignidade
60-75% Cirurgia – tireoidectomia total ou lobectomia***
Maligno 97-99% Cirurgia – tireoidectomia total***


* A conduta atual frente aos nódulos de tireóide dependem de outros fatores associados ( clínica, aspecto ecográfico) aos achados da PAAF.
** Estimado a partir de correlação com achados histopatológicos de pacientes com diagnósitos repetidos de quadro atípico.
***Em casos suspeitos de metástases a tireoidectomia não está indicada.. Ali SZ and Cibas ES, Fonte :The Bethesda System for Thyroid Cytopathology: Definitions, Criteria, and Explanatory Notes (Springer, New York, 2009).
Adotando esta nova nomenclatura o laboratório ANNALAB passará a empregar um dos modelos mais modernos e recomendados na atualidade para a prática das PAAF em tireóide, esperamos com isto contribuir para maior compreensão dos laudos e melhor atendimento de nossos pacientes e médicos clientes.

Luiz M. Collaço
Diretor Técnico
LaboratórioAnnalab

Nota: Em caso de dúvidas ou referências bibliográficas complementares não exite em nos contatar.

 

Annalab

Laboratório de Citopatologia e Anatomia Patológica Annalab LTDA.

R. Voluntários da Pátria, 233 - 2o andar Cj. 23 - CEP 80020-000 - Curitiba - PR - Fone: (41)3082-0972
Desenvolvido por Polvo Tecnologia e Comunicação